Home | A igreja | Pastores | Metodismo | Ministérios | Congregação | Nossa Doutrina
   
Opções    
Últimos Eventos        
Notícias        
Galeria de Fotos        
Vídeos        
Bíblia On-line        
Mural de Recados        
Estudos Bíblicos        
Pedidos de Orações        
Fale Conosco        
 
Últimas Notícias    
 
-
 
 
Próximos Eventos    

CAMPANHA DO QUILO.
TODOS OS DOMINGOS É TEMPO DE OFERTAR OS SEUS QUILOS. EM ESPECIAL O SEGUNDO DOMINGO DE CADA MÊS. DOAR É UM GESTO DE AMOR! TEMOS CERTEZA DE QUE DEUS ESTÁ ABEÇOANDO O SEU CELEIRO. "porque, no meio de muita prova de tribulação, manifestaram abundância de alegria, e a profunda pobreza deles superabundou em grande riqueza da sua generosidade" (2 Co 8,2).

VEM AÍ O CAFÉ LITERÁRIO.
O Ministério de Ensino e Capacitação com este evento está dando início a Campanha de doação de livros, DVDs para nossa biblioteca.

ESCOLA BÍBLICA DE FÉRIAS TEMA: QUEM É JESUS? (Jo 14,6)
UM PROJETO DE EVANGELIAZAÇÃO E AÇÃO SOCIAL DE TODA A IGREJA DIAS: 29,30,31 DE JULHO. IGREJA, precisamos de voluntários e voluntárias para nos ajudar (controle dos banheiros e corredores, distribuição das refeições e kits, nos momentos de culto no templo, entrada e saída). DOE ALGUMAS HORAS DO SEU TEMPO. ESCOLHA UNS DOS DIAS DA EBF. VOCÊ É IMPORTANTE PARA QUE A NOSSA EBF ALCANCE O SEU OBJETIVO. PROCURE A ADRIANA OU FERNANDA para as incrinções.

TREINAMENTO DE DISCÍPULOS E MESTRES
É uma proposta de discipulado, a qual se estima formar uma igreja de discípulos, e não somente de membros. Além de ser uma estratégia multiplicadora, onde líderes e mestres serão levantados para gerar e capacitar novos/as discípulos/as, e conseqüentemente, discipuladores/as. Metodologia de Estudos Presencial: todas as terças-feiras, 19h30min às 21h30min; Educação por módulos; Duração: 9 (nove) meses. Público Alvo Preferencialmente, para líderes, membros da CLAM e obreiros com potencial e habilidades mestrais evidentes. Todos/as membros da Igreja estão convidados/as a fazer esse curso. Será muito bom para o seu crescimento espiritual e sua atuação no projeto de nossa igreja local. Investimento: R$ 25,00 por módulo, incluído o material didático. Inscrição: 01 a 15 de agosto de 2011 (trazer uma foto 3X4 no dia da aula inaugural), pelo email:discipulosemestres@yahoo.com.br Início do 1º Módulo: 16 de agosto (aula inaugural).


PEDIDOS DE ORAÇÃO:

1) A Pastora Marli solicita à igreja que esteja orando pelo curso de Discípulos e Mestres, que está na sua responsabilidade de organização para que Deus possa orientar todos os passos necessários para que este tempo seja bênção para a vida da Igreja. 2) Vamos intensificar nossa intercessão pelo 19º Concílio Geral para que os ouvidos estejam atentos no falar do SENHOR.

O Ministério de Ensino e Capacitação. Com este evento está dando início a Campanha de doação de livros, DVDs para nossa biblioteca.

ATENÇÃO JOVENS!
Participem da promoção Concorra à Bíblia de Estudo Plenitude para jovens SBB! É só nos seguir no twitter @metodista1re, criar uma frase sobre o pentecostes, usar a hashtag #TwittaçoDaPrimeira antes da sua frase e aguardar a divulgação dos ganhadores até o dia 23 de julho. Crie quantas frases quiser! Acompanhe a divulgação dos ganhadores no programa Vida & Missão, aos sábados, 10h, na CNT e também no site www.metodista-rio.org.br. Aumente suas chances de ganhar dando RT em nossos Tweets! (Transcrito do Avante On-line)

Agenda    
 
Enquete    
 

Você gostou do novo site de nossa igreja?

Sim Não

 
 
Localização    
 
Avenida Santa Cruz 1.203
Realengo - CEP : 21710-230
Tel.: 3332-8503
Fax: 3338-9833
 

Estudos Bíblicos

A propósito do dia do trabalho

Publicado em:01/05/2011
Por:Adaptado por Revda. Marli de Almeida Tomaz

O termo trabalho, em sua matriz etimológica, deriva da palavra â??tripaliumâ?. Era um objeto de tortura greco-romano, de três paus entrecruzados, que era colocado no pescoço de uma pessoa, provocando agoniza incessante na vítima. Em latim, ainda, trabalho quer dizer "labor". Donde procede a afirmação medieval de São Bento: â??ora et laboraâ?, a oração conectada ao trabalho e ao bem comum.

O trabalho é uma realidade muito importante na vida humana. Ã? característica também da vida divina. Cremos num Deus trabalhador, que atua não apenas na criação, mas também na providência, no sustento e na conservação do mundo. Conforme o registro de Jo 5,17, Jesus disse: â??Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho tambémâ?.

 

Nós seres humanos fomos criados para trabalhar. Isto está expresso nos relatos que abrem a Bíblia: Em Gn 1,28, que traz a ordem divina aos seres humanos no sentido e sujeitar a terra e dominar sobre os animais, mostrando que tudo está colocado por Deus sob nossos cuidados, e a nosso serviço â?? sob os cuidados e a serviço de todos nós. E em Gn 2,15, que diz que a tarefa do ser humano é cultivar e guardar o jardim do Ã?den.

 

Trabalho é bênção, não maldição; nem castigo pelo pecado â?? pois já existia antes da queda. O castigo que decorre do pecado não é o trabalho em si, mas ao extenuante esforço que seria requerido, desde então, para extrair o pão da terra árida e espinhosa, fazendo uma explícita referência a realidade das tribos nômades e semi-nômades que vagavam, no lento processo de sedentarização, na periferia do Fértil Crescente. O que importa, neste relato, portanto, é que ao serem expulsos do paraíso terrestre, Adão e Eva ingressaram definitivamente no mundo do trabalho, tal como acentua a narrativa bíblica de fundação (cf. Gn 3,17-19).

 

A Bíblia tem uma visão positiva do trabalho, que contrasta com a de outras culturas. Na cosmovisão bíblica, todo trabalho é valorizado por igual, seja intelectual, seja manual. Pois todos são necessários, mesmo os que parecem menos relevantes.

 

O ideal do trabalhador é encarnado pelo rabi, que desenvolve trabalho intelectual, imprescindível à vida da comunidade, mas também ganha o sustento com o trabalho de suas mãos. � o que se vê nas vidas de Jesus (o carpinteiro), Paulo (o fazedor de tendas) e Pedro (o pescador), por exemplo.

 

Na visão bíblica o trabalho é necessário. A vida depende do trabalho. Este é fonte de sustento próprio e dos que de nós precisam. � realidade inescapável. Não andar ansioso quanto ao comer, beber ou vestir, como ensina Jesus em Mt 6,25-34, não é estímulo à preguiça, nem significa não ter que trabalhar, nem implica em deixar de ser previdente. E o Sl 127,1-2 certamente não se aplica a desocupados. A propósito, sempre vale lembrar as exortações de 2 Ts 3,6-12.

 

A Bíblia entende o trabalho como possibilidade de criar, isto é, o trabalho é fonte de realização pessoal, expressão de liberdade. Todos os seres humanos precisam desenvolver alguma atividade para serem pessoas plenas. Pois fomos criados como seres criadores, criativos.

 

Aqui é importante dizer que trabalho [envolve a atividade executada em si] não se confunde com emprego [Refere-se ao cargo ou ocupação de um indivíduo numa empresa ou órgão público. � muito mais. Trabalho não é só emprego, não é só para ganhar dinheiro. De fato, as melhores coisas que fazemos na vida não são remuneradas: o cuidado da nossa família, da nossa casa, das nossas amizades, dos animais e

das plantas, das nossas coisas pessoais, e todo o serviço da Igreja, a começar do culto. São tarefas alegres, criativas, geradores de grande satisfação. Para todas as idades.

 

A terceira característica do trabalho, segundo as Escrituras: trabalho como oportunidade de serviço. Quer dizer, que o trabalho é fonte de utilidade â?? meio de abençoar pessoas e assim glorificar a Deus (cf. At 20,34-35).

 

Todo trabalho é digno, importante, útil â?? e deve ser bem feito. Trabalhar é importante â?? não só para comer, mas também para criar e servir. Deve ser sempre bem feito. Com gratidão, com amor, com alegria. Não é pelo que ganhamos, nem se ganhamos que trabalhamos â?? é porque o trabalho nos faz plenamente humanos, gente abençoada e abençoadora.

 






No dia 1o de maio, aqui no Brasil e algumas partes do mundo, comemora-se o Dia do Trabalho e do/a Trabalhador/a. E talvez o clima não seja de tanta alegria e festa. Mas é inegável que um grande avanço legal já foi dado em benefício dos trabalhadores.

 

 

A História do Dia do Trabalho remonta o ano de 1886 na industrializada cidade de Chicago(Estados Unidos), onde ocorreu uma grande manifestação de trabalhadores na cidade americana de Chicago.

 

Milhares de trabalhadores protestavam contra as condições desumanas de trabalho e a enorme carga horária pela qual eram submetidos (13 horas diárias). A greve paralisou os Estados Unidos. No dia 3 de maio, houve vários confrontos dos manifestantes com a polícia. No dia seguinte, esses confrontos se intensificaram, resultando na morte de diversos manifestantes. As manifestações e os protestos realizados pelos trabalhadores ficaram conhecidos como a Revolta de Haymarket.

 

Em 20 de junho de 1889, em Paris, a central sindical chamada Segunda Internacional Socialista instituiu o mesmo dia das manifestações como data máxima dos trabalhadores organizados, para assim, lutar pelas 8 horas de trabalho diário. Em 23 de abril de 1919, o senado francêsratificou a jornada de trabalho de 8 horas e proclamou o dia 1° de maio como feriado nacional.

 

Após a França estabelecer o Dia do Trabalho, a Rússia foi o primeiro país a adotar a data comemorativa, em 1920. No Brasil, a data foi consolidada em 1924 no governo de Artur Bernardes. Além disso, a partir do governo de Getúlio Vargas, as principais medidas de benefício ao trabalhador passaram a ser anunciadas nesta data.

 

Tanto nos tempos de outrora como nos dias atuais, o trabalho é demarcado por dores de um lado e projetos de esperança da parte do povo trabalhador, do outro. Em tempos de crise global, há quem adote uma postura cética, pessimista ou indiferente. E sempre haverá razão de sobra para quem pense com base nestes critérios. A palavra, porém, que deve reger nossos corações e mentes é a palavra Esperança - dita e repetida inúmeras vezes na palavra de Deus: "quero somente trazer à memória aquilo que pode me causar esperança" (Lm 3, 21). Essa passagem de Lamentações não lamenta, mas expressa o desejo de superar aquilo que provoca no povo consternação, a adversidade própria da vida humana. Para superar as crises de toda ordem devemos, acima de tudo, acolher o futuro com esperança, e não somente alimentar dúvidas e contradições. Nossa oração, em tom de desejo, é que haja melhorias significativas nas relações entre o capital e o trabalho, para que pão e fartura possam existir na mesa de cada trabalhador/a em todo o planeta Terra.


Total de visitas: 62476
Visitantes hoje: 4
  home